O LIVRO SE FECHOU

by

 

Eu era um livro aberto, mas graças as decepções da vida, o livro se fechou. O que eu guardo é somente para mim. Não confio em mais ninguém. Pode até ser egoísmo, no entanto, não me importo. Cansei de me ferrar por pessoas que não se importam comigo. Sou como o homem de lata, porém, eu tinha um coração, mas o mundo o roubou de mim.

Cada história minha está trancada a sete chaves em um baú – que perdi de propósito – no meio de uma ilha deserta. Ninguém vai encontrá-lo e caso o que pretendo não acontecer, aquele ser que o encontrar, ganhará minha confiança como prêmio.




Sempre fui uma vergonha para o time de capricornianos, considerados frios e calculistas, eu estava mais para uma canceriana, dramática e coração mole. Hoje, posso dizer que encarnou a verdadeira capricorniana em mim, coração de pedra é meu sobrenome e desconfiança meu apelido.

Chorar não faz parte da minha história. Através do meus erros aprendi a me virar sozinha, se importar menos com as pessoas e mais comigo. Não sou egoísta, eu apenas parei de confiar e cansei de ajudar quem não quer ser ajudado. Hoje, eu não deixo meu navio naufragar por mais ninguém.

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *